Notícias

A Comissão da Carteira e Ética, procedeu , à entrega de mais de 30 carteiras de jornalista

A Comissão da Carteira e Ética, procedeu ontem, na Mediateca de Luanda, à entrega de mais de 30 carteiras de jornalista, as primeiras da história da profissão no País, anunciou a presidente do organismo, Luísa Rogério.

Siona Casimiro, Maria Luísa Fançony e Rui Ramos,foram os primeiros a receberem as suas carteiras. Ambos tendo percorrido esta estrada de jornalismo a mais de 40 anos. Maria Luísa Fançony, a única mulher a exercer o cargo de Diretora-geral de um órgão de Comunicação Social em Angola.

Dentre a lista dos que receberam a sua carteira encontramos ainda, o presidente do Conselho de Administração da Edição Novembro, Víctor Silva, o administrador executivo, Caetano Júnior, os jornalistas, Guilhermino Alberto e Diogo Paixão, bem como os repórteres de imagem, Rogério Tuti e Kindala Manuel. Também recebeu o seu documento, o membro do Conselho da República, jornalista Ismael Mateus, que ficará privado por incompatibilidade.

Explicou, a Presidente da Comissão de Carteira e Ética, Luísa Rogério, que nesta primeira entrega foram priorizados apenas jornalistas que exercem a profissão desde o período antes da independência até o ano de 1985. Luísa Rogério chamou a atenção e aconselhou dos profissionais de comunicação social, para que a carteira não seja apenas mais um documento, devendo o seu utente preservar valores que caracterizam os jornalistas, estando comprometidos com os princípios deontológicos da classe.

A actividade contou a participação da sua excelência, Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, dentre outros profissionais da área. 

 

Download: 153286098_4173954035966328_6122799276530622608_o_117864006034ec3d7e3fe.jpg (B)
    •  


Voltar